História da fotografia: Talbots imagens
 

  Conta de usuário  
   Para fotos    Para vídeo  Download   Comprar   Tutorial   Suporte   Quem Somos  
en  fr  de  es  pt  it  jp  ru  
 

Artigos

História da fotografia: Talbot imagens

 

Talbot William Henry Fox (1800-1877) foi um físico Inglês, químico e inventor do processo negativo-positivo de fotografia (calotipia). Ele também estava envolvido em matemática, espectroscopia, astronomia, arqueologia e linguística.

Durante os anos de seu estudo em Harrow e Trinity College (Cambridge) Talbot publicou uma série de artigos na área de matemática, astronomia e física. Em 1833-1834 ele serviu no Parlamento.

Talbot tentou copiar vistas da natureza com a ajuda de uma câmara escura. Mas ele não sabia desenhar. É por isso que ele queria fixar as imagens que ele via na câmara escura. Talbot sabia que a luz pode influenciar o comportamento de vários materiais e inventou um material fotossensível. A fim de fazer isso, ele mergulhou uma folha de papel em solução salina fraca e, em seguida, em solução de nitrato de prata. Estas operações produzem cloreto de prata no papel, que se torna fotossensível.

Em 1835 Talbot fez fotos com seu papel encharcado de cloreto de prata foto sensível com a ajuda de uma câmara escura. A primeira foto que ele fez foi de uma janela gradeada em sua casa. A exposição levou cerca de uma hora. Assim, ele produziu o primeiro negativo do mundo. Ele colocou outra folha de papel contra a primeira e expôs desta forma, maneira, Talbot fez uma cópia positiva. As primeiras fotos ficaram escuras, irregulares e manchadas; e a sensibilidade do papel era muito baixa também.

A primeira foto - uma janela gradeada em sua casa (1835)

Em janeiro de 1839, Talbot veio a saber que Arago havia feito um relatório sobre a invenção de Daguerre, o daguerreotipo na Academie Science in Paris. Isto levou Talbot a publicar um relatório de seu próprio processo. No final de janeiro do mesmo ano, ele pediu a Faraday para mostrar seus trabalhos na conferência da Royal Society de Londres. Em 31 de janeiro de 1839, ele relatou "um relato da arte de desenho fotogênico ou o processo pelo qual podemos fazer objetos naturais delinear-se sem a ajuda de lápis do artista". Ele estava com medo de que a invenção de Daguerre fosse igual a sua própria e não queria perder a prioridade. Mas ele não percebeu que a invenção de Daguerre era completamente diferente.

John Herschel chama de fotografia invenção de Talbot e coloca em circulação palavras como "negativo" e "positivo".

Em 1840 Talbot modifica e melhora o seu processo. Isto lhe permitiu fazer uma foto dentro de alguns minutos. Ele nomeou o processo calotipia (do grego kalos — bonito e typos — impressão). Mais tarde foi chamado de talbotipia.

Talbot revelou o papel em ácido, então (a conselho de John Herschel) fixou a imagem em uma solução de hipossulfito, lavou negativo em água limpa, secou, e encerou para torná-lo transparente. Com a ajuda da luz do sol fez cópias de contato a partir do negativo em papel de cloreto de prata. Em 1841 ele patenteou o processo, e em 1842 recebeu a medalha da Royal Society para os experimentos calotipicos.

Calotypy de Talbot e daguerrotypy de Daguerre tinham distinções em espécie. Em um daguerreótipo você tinha diretamente uma imagem positiva espelhada isto simplificava o processo, mas não permitia fazer cópias. Em calotipia, um negativo era produzido primeiro, então você podia fazer qualquer número de impressões positivas a partir dele. É por isso que calotipia está muito mais perto da fotografia moderna, embora a qualidade de daguerreótipos fosse muito melhor, do que a de calótipos.

Em 1844-1846 Talbot publicou o primeiro álbum "The Pencil of Nature" (Lápis da Natureza), com ilustrações fotográficas artísticas: visualizações da natureza e arquitetura.

Em 1851 Talbot desenvolveu um método de fotografia instantânea e o patenteou em 1852 e 1858. Ele usou placas de aço e telas de gaze na impressão para obter os meios-tons e foi um predecessor das placas de meio tom de qualidade, desenvolvidas na década de 1880.

As patentes de Talbot, suas pretensões de prioridade em todos os tipos de fotografia, e processos judiciais sobre estas coisas dificultaram ainda mais o desenvolvimento da fotografia na Escócia, França e outros países.

 
Artigos Artigos
Foto dicas para iniciantes Foto dicas para iniciantes
ABC da fotografia digital ABC da fotografia digital
   — Fotografar em diversas situações — Fotografar em diversas situações
   — Edição final — Edição final
   — Armazenar fotos — Armazenar fotos
   — Mais experiência! — Mais experiência!
História da fotografia História da fotografia
   — Como tudo começou… — Como tudo começou…
   — Niépce imagens — Niépce imagens
   — Imagens Talbot — Imagens Talbot
   — Imagens de Daguerre — Imagens de Daguerre
   — Desenvolvimento da fotografia — Desenvolvimento da fotografia
Importância da cor: O cérebro Importância da cor: O cérebro
   — Efeitos de cor dos carros — Efeitos de cor dos carros
   — Acidentes & importância da cor — Acidentes & importância da cor
   — Assunto, cultura & estilo — Assunto, cultura & estilo
Importância da cor: O corpo Importância da cor: O corpo
   — Importância na comida & apresentação — Importância na comida & apresentação
   — Bêbado tanque cor-de-rosa — Bêbado tanque cor-de-rosa
Cores Matters: Cor e visão Cores Matters: Cor e visão
   — Cores e a visão importam — Cores e a visão importam
   — Como o olho vê cor — Como o olho vê cor
Importância da cor: cor e design Importância da cor: cor e design
   — Cores verdadeiras e metameríssimo — Cores verdadeiras e metameríssimo
   — Сores hitóricas — Сores hitóricas
Cor e ciência  Cor e ciência
   — Sistemas de cores — Sistemas de cores
   — Cor eletromagnética — Cor eletromagnética
Importância da Cor: Cor e o Mundo Importância da Cor: Cor e o Mundo
   — Cor e usabilidade matérias — Cor e usabilidade matérias
   — Cor e energia — Cor e energia
Sobre a cor: cor e computadores Sobre a cor: cor e computadores
   — Sobre a cor no computador  — Sobre a cor no computador 
   — O camaleão da Web — O camaleão da Web

 

 

No começo da página

 

  English  | Français  | Deutsch  | Español  | Português(Br)  | Italiano  | 日本語  | Pусский  |
Facebook | Twitter | YouTube | Forum
© 2004-2017 AKVIS. Todos os direitos reservados. 
Política de privacidade